Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um lufa lufa.... emocional q.b.

por parasergrandeseinteiro, em 15.04.13

Fez-se o exame (I hope so) ainda não recebi a nota!

Recuperei energias e continuo a melhorar todos os dias.

Comecei a trabalhar.

Correios, finanças, procurações.... e afins.

O meu irmão caçula vai também para far far away, e ainda antes de mim. Felecíssima que estou por ele, mas admito que me custa.

 

E nos entretantos:

 

Jantar com as minhas meninas ATS, RFL e IS, num spot bem charmoso e brindadas por um vista previligiada da nossa maravilhosa Lisboa:

 

 

 

Um copo de vinho, com o meu grande amigo JT... daqueles do coração. Uma vista inspiradora, música ao vivo, gargalhadas estridentes, confissões, desabafos pela tarde e noite fora:

 

 

Uma jantarada de amigos, JT, TF e NV super divertida:

 

 

Uma "daquelas" sangrias em São Pedro, num dia de Primavera a acabar em grande estilo com um por de sol * um amigão bem divertido...

 

 

Café concerto do meu afilhado que canta, toca guitarra e encanta:

 

Almoço com a minha familia que me enche o peito de tudo o que é bom....

  

Qualquer mudança envolve ganhos e mais-valias, mas perde-se sempre algo... e por ora, está-me a parecer que é muito! e por isso sei que vai doer a sério!

publicado às 18:56

York... Essa grande Cruz!

por parasergrandeseinteiro, em 31.03.13

 

Depois de semanas de estudo dificultadas por um atraso considerável na matéria, condicionantes físicas, oscilações emocionais (estou farta de me dizer que já chega…): Tenho uma gastroenterite viral que me deita completamente a baixo, e me dá uma autonomia de 10 segundos à casa de banho, na véspera do meu exame.

Mas uma coisa é certa: Perante um exame de 48h, enfrentei aqueles dois dias com uma força capaz de ignorar as náuseas, condescendentemente ceder às necessidades fisiológicas… e está entregue!

O meu avô para mim: “Filha rezei a noite toda, nem preguei olho, sempres a rezar por ti!”, a minha avó: “Ora essa! Quem esteve sempre a rezar fui eu, eu só te ouvia a ressonar!”

Queridos avós, com toda a certeza… que foi o vosso “bem querer” que me ajudou, acordados e a dormir!

Mais uma barreira, mais um salto!

PRÓXIMA!!!!!

publicado às 21:39

E vai mais uma...

por parasergrandeseinteiro, em 21.03.13

Hoje sem saber como mandei de novo um daqueles “tralhos psicológicos”.

Não sou muito adepta da atitude, “não demonstres o que sentes”… Sei lá como isso se faz! Fui apanhada na curva e tive um ataque choro em direto para o recetor proibido (Dizem! E admito que têm razão…).

Vá lá… a ver se isto passa rápido porque a experiência já me ensinou que só perco tempo. Devia ter lido menos livros da Anita!

publicado às 16:25

... e a coisa vai!

por parasergrandeseinteiro, em 14.03.13

 


Nunca imaginei que para fazer uma mudança para o outro lado do mundo, fosse preciso um tal investimento de tempo, dinheiro e energia… Entre umas largas dezenas de e-mails, contatos com bancos, amigos, advogados, negociações, esperas e silêncios incomodativos parece que a coisa vai… Trabalho, casa (quase fechada) e viagem tratados, estou pronta para a minha “queda livre”!

Agora é só continuar a recuperar da minha cirurgia, percalço amoroso, mudanças da minha antiga casa e fazer o exame da minha pós-graduação.

Sem dúvida um período de mudança, que apesar de todas as decisões menos fáceis e ações necessárias parece-me cada vez mais positivo e entusiasmante.

“Bora lá equipa”!

publicado às 12:16

...às vezes só há um caminho, que teve que ser escolhido.

por parasergrandeseinteiro, em 10.03.13

X,

Todos os agradecimentos que lhe possa fazer são justos e merecidos, mas de todo o trabalho que desenvolvemos há algo magnífico que não quero adjetivar e que guardo aqui dentro. Admiro a sua paz e bondade, e gosto de a ter aqui guardada e lembrar-me de si. Aceite este elogio porque é uma inspiração!

A vida é uma luta“esquizofrénica” que quando avaliada pela melhor perspetiva e com a melhor energia tem soluções possíveis e desafiantes, e felizmente é assim que acontece a maioria das vezes. Outras vezes há em me sinto perdida e “atropelada” por uma sorte menos feliz… mas aí inspiro devagarinho e deixo entrar a paz (tem funcionado!). Mas confesso que passo um mau bocado.

Tomei uma decisão. Vou aceitar a proposta de Hong Kong, vou deixar o medo do desconhecido e de me arrepender de quebrar os meus laços profissionais a Portugal e vou sentir-me noutra realidade, noutro desafio… por mim, quero muito fazer isto por mim. Quero muito ser uma pessoa tranquila, boa para mim, boa para os outros… eu adoro retribuir um sorriso quando estou feliz!

A vida quer-me ensinar algo relacionado com o “medo da perda”, ainda não percebi bem mas não vou desistir.

Considero-a muito.

É muito bom ter boas referências.

Um grande beijinho do fundo do meu coração.

publicado às 21:25


Mais sobre mim

foto do autor




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Março 2016

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031