Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




televisão

por parasergrandeseinteiro, em 16.01.11

Deu o seu primeiro suspiro em 1927, em 1954 estava disponível com imagem a cores…

 

Eu pessoalmente, nasci em frente a uma televisão.

 

Nunca fui teledependente, mas nunca tinha tido oportunidade de perceber o seu real peso na minha vida, até há uns dias atrás quando mudei para um prédio novo…onde não há TV.

É verídico, actualmente os prédios já não são concebidos com antena, onde as únicas opções disponíveis (não no sentido redutor) são o cabo, a fibra, o satélite…

Pois bem, há 3 semanas que vivo sem televisão. A situação ainda não foi regularizada, bem no coração de Lx e com um número de casas considerável… A melhor perspectiva, até à data, é meados de Fevereiro.

 

Não gosto da sensação… mas dá que pensar. O silêncio é incomodativo, assustadoramente perturbante.

Porque que é que é difícil viver sem estímulos? Estarmos só nós, é… dificil, causa estranheza e urge inevitávelmente a pergunta:

E agora?...Agora vais ler, lavar a loiça do pequeno almoço, arrumar as coisas, sentar-te no sofá e sentires-te…ahhhh, mas vou por uma música para não me sentir tão só, “estranha???”… Não! Experimenta estar assim, sem som, sem música… Estás contigo. Será isso assim tão mau? Não sei, nunca experimentei…

 

Sou da opinião (hei-de repetir esta frase algumas vezes) de que nada acontece por acaso, e é nas situações menos boas, que nos privam do habitual conforto, que nos podemos conhecer melhor…

publicado às 22:35



Mais sobre mim

foto do autor




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Janeiro 2011

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031