Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Dizer adeus, mesmo que seja ”Até já”

por parasergrandeseinteiro, em 27.04.13

São Momentos de lucidez, onde se torna claro o que realmente importa.

 

Não me quero esquecer das tuas lágrimas. Lágrimas são lágrimas, para mim fáceis de mais muitas vezes… Mas de alguma forma, foi bom ver -te chorar. Tu precisavas e talvez eu também precisasse delas, das tuas.

 

Pai, eu amo-te, eu admiro-te. Não pelo óbvio, mas porque há algo mágico entre nós. Às vezes tenso e explosivo, só sei que é assim, não sei explicar… e por ora só quero guardar aqui no peito o homem que és.

És frágil, refilão e doce, pouco tolerante mas bom, cheio de principios, com uma cabeça e força invejavel.

Vais aqui comigo e esteja onde estiveres sera sempre em ti que eu penso quando tiver que me encontrar.

Não me vou esquecer, e não me quero esquecer de te perceber, ter paciência e nunca vou desistir de ti. Amo-te e estou agarrada a ti para sempre.

publicado às 15:43



Mais sobre mim

foto do autor




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Abril 2013

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930