Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Gosto de saber...

por parasergrandeseinteiro, em 22.10.13

  

Tenho sido desafiada pelas regras deste "jogo".

 

Há meia dúzia de dias virei as costas a esta batalha, dei esta guerra como vencida. Verguei-me a isto, apeteceu acobardar-me. E que ninguém ouse dizer que não é assim!

Eu já senti muito sem desistir, aceitei sem porque's e agora... levei o golpe baixo, aquele que nos leva ao tapete.

Afinal de contas, qual é o limite?

 

Quis ir ao fundinho do buraco. Às vezes faz bem.

Cansei-me de ver sempre o lado positivo das coisas. Andar no escuro e fazer de conta que a vida é colorida só porque acredito que vai ser...

 Nesta ultima facada EU QUIS desistir! Foi por momentos mas precisei que fosse assim.

 

Gosto de saber:

A tua mão agarrou-me e contrariou-me a direcção, o teu abraço disse-me para ter calma, os teus olhos dão-me um espaço confortável para estar, chorar ou ate sorrir para ti.

 

As más atitudes são de quem as toma, mas rasgam o coração...

Não era preciso ser assim. E não tem que ser assim!

O mau trato por cobardia, falta de fiabilidade, egoísmo, infantilidade (eu sei lá de onde vem tamanho desastre) não chegam para eu perceber a "pancada seca e certeira" que me derrubou.

 

Lealdade! Elejo a Lealdade como o mais nobre dos princípios.

 

Gosto de saber:

Que o teu braço firme existe. Não por mim, ou só por mim, mas porque me vês para alem deste "espalho".

Tu sabes que acredito no bem, e reforças-me os meus pilares... e como preciso disso!

Fazer bem é sempre mais difícil, mas é assim que se faz. E vale sempre a pena fazer o melhor! 

 

Gosto de saber:

Que ainda há muito para eu admirar e acreditar.

 

 

Gosto de saber:

Os teus olhos confiam que eu devagarinho ganho o brilho da esperança que me caracteriza.

Eu tenho a certeza, porque eu quero isso.

 

Eu nasci para acordar a sorrir, para dar e receber abraços sinceros, para viver na verdade. 

Chorar e rir na medida certa...

Destruirmo-nos uns aos outros "não vale"! 

 

Gosto de saber:

Que, se por acaso tive a pouca sorte de me enganar muito no passado, hoje tenho ainda mais a certeza que tenho a sorte de ser como sou

...e Gosto de saber:

Que ainda há braços e abraços que seguram como os teus. Eu cai, mas não me "aleijei".

 

Tudo agora faz sentido, e questões não restam mais.

Foi da pior forma, mas assim se fechou um ciclo. Definitivamente!

Gosto muito de o saber!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:56



Mais sobre mim

foto do autor





Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Outubro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031






eXTReMe Tracker